Pérolas do Vestibular

Folheando aqui em casa, achei um jornal com “a relação das asneiras dos vestibulandos 2007″… É triste acreditar em algumas, mas é verdade! Confira:

 “O pai de D. Pedro II era D, Pedro I e de D. Pedro I era o Dom Pedro zero”

“Nos aviões, os passageiros os passageiros da primeira classe sofrem menos acidentes que os da classe econômica”

“O índice de fecundidade deve ser igual a 2 pra garantir a reprodução das espécies pois precisa-se de um macho e uma fêmea pra fazer o bebê. Pode ser até 3 ou 4, mas bastam 2”

“Em 2020, a previdência não terá mais dinheiro para pagar os aposentados graças à quantidade de velhos que se recusam a morrer”

“O verme conhecido como solitária é um molusco que vive no interior mas é muito sozinho”

“Na segunda guerra mundial toda a Europa foi vítima da barbie nasista”

“Nas olimpíadas a competição é tanta que só cinco atletas chegam entre os dez primeiros”

“O teste do carbono 14 nos permite saber se antigamente alguém morreu”

“Nosso sangue divide-se em glóbulos brancos, vermelhos e até verdes”

“O metro é a décima milionésima parte do quarto do meridiano terrestre e pro cálculo dar certo arredondaram a Terra”

“O piloto que atravessa a barreira do som nem percebe porque não escuta mais nada”

“Quando o olho vê ele num sabe  o que tá vendo, ele manda uma foto elétrica pro cérebro que explica pra ele”

“Uma linha reta deixa de ser reta quando pega uma curva”

“Lenini e Stalone eram grandes figuras do comunismo da Rússia”

O sul foi colocado embaixo do norte porque é mais cômodo”

UFMG: Vestibular 2008

As provas da segunda etapa do vestibular da Universidade Federal  de Minas Gerais começam na próxima segunda, dia 07 de janeiro. E com o início da última etapa – uma antítese isso. Será? – termina o sonho para alguns e é dado o passaporte para uma nova vida para outros. Eu embarquei no vestibular da Federal também, no ano de 2005. Quando prestei vestibular, o curso de comunicação social da “dona Fê” era muito concorrido, mais do que hoje: 33 candidatos/vaga. Hoje, o mesmo curso, gira em torno de 20 candidatos por vaga. Venho acompanhando a queda de candidatos por vaga nos cursos de comunicação aqui em Minas: Na PUC -MG, quando prestei (em 2005 também) era em torno dos 10 candidatos por vaga. Hoje, esse número caiu pela metade. Por que será? Em São Paulo, jornalismo foi o curso mais concorrido. Mas, já em Minas…

“Meu filho tem que ser dotô” – Enquanto isso, vejo um bum dos cursos de medicina por minas afora… Irão formar médicos ou açougueiros?

Saudades do tempo do vestibular? Nem um pouco! Quando fazia cursinho no soma, era uma correria danada com o stress – “tenho que passar no vestibular!”. Mas a vida universitária, tenho que confessar é mais pesada, mas muito prazerosa. Calouradas, namoros, festas, churrascos e claro dedicação!!! O que tenho a dizer pros vestibulandos é boa sorte! Descobri que a vida começa de verdade mesmo quando você está na universidade.  

Aos novos calouros das universidades mineiras: Estejam aptos para que a luz do conhecimento invada os porões escuros da mente. (boa essa, hein?)