J-school

A journalism school is a school or department, usually part of an established university, where journalists are trained. An increasingly used short form for a journalism department, school or college is ‘j-school’. Many of the most famous and respected journalists of the past and present had no formal training in journalism, but learned their craft on the job, often starting out as copy boys/copy girls. Today, in many parts of the world it is usual for journalists to first complete university-level training which incorporates both technical skills such as research skills, interviewing technique and shorthand and academic studies in media theory, cultural studies and ethics.

Historically, in the United Kingdom entrants used first to complete a non media-studies related degree course, giving maximum educational breadth, prior to taking a specialist postgraduate pre-entry course. However, this has changed over the last ten years with journalism training and education moving to higher educational institutions. There are now over 60 universities in the UK offering BA honours degrees in journalism. Postgraduate courses are more well-established, some of which are either recognised by the National Union of Journalists (NUJ) or the National Council for the Training of Journalists (NCTJ).

Por que o Orkut deve cair: Onde está o MySpace?

Peculiaridades a parte, o orkut deve deixar de ser popular, aqui no Brasil. O espaço virtual que virou febre em terras tupiniquins já não é mais o mesmo. Adequações foram feitas no Orkut, como a inclusão de vídeos do youtube, criação das Gadgets e a inclusão de várias fotos no álbum. Mas todos esses suculentos elementos são ameaçados por uma quase febre brasileira, e já febre nos EUA e na Europa, o myspace.com //

O criador do Orkut, o próprio Orkut, já esteve em Belo Horizonte e ministrou palestra na UFMG, em 2007. A esperança que o orkut não caia no esquecimento para o público jovem brasileiro pode ser a fase Beta do Orkut, ou seja, que o site de relacionamentos está ainda em constante desenvolvimento, novas “coisas” são criadas para que o orkut continue popular. Mas, esses desenvolvimentos, demoram muito. Um exemplo é como demoram para atualizar o Blog do Orkut Brasil. Ponto para o Myspace.

Myspace.com – Cada vez mais popular, cada vez mais atrativo

Se o second life fosse mais acessível, garanto, seria febre nacional também. O myspace conta hoje com perfis de cantores e bandas, onde eles disponibilizam suas músicas. Além de grande acervo de Vídeo, no Myspace você é quem personaliza seu perfil. Pode ser tudo diferente, não aquela cor rigída e azul do Orkut. Se você quiser desabafar, crie seu blog, dentro do próprio Myspace. E ainda você pode colocar sua música preferida em seu perfil, dando “mais vida” ao seu espaço virtual.

Resta agora, convidar então, seus amigos do Orkut para migrarem para o Myspace. E claro, o mais novo espaço virtual para os brasileiros ganhou em 2008 sua versão em português, facilitando sua comunicação.

Não, não me pagaram para fazer propaganda do Myspace não. É por que gostei mesmo.

myspace.com/sanderkelsen

 

Orkut: evoluções muito além do hiperlink

Reprodução

Reprodução
Tela de acesso do Orkut para telefones celulares (Foto: Reprodução)

Sem alarde, o Google buscar lançou neste final de semana a versão para telefones celulares do site de relacionamentos Orkut buscar, o mais popular entre os internautas brasileiros.

Para acessar o Orkut, é preciso ter um telefone celular com acesso a internet. Basta, então, digitar o endereço m.orkut.com no browser do aparelho. Pela página, mais leve que o Orkut original, é possível verificar uma versão resumida dos perfis. Também é possível ver e enviar ‘scraps’.

As vantagens de se utilizar a versão para celulares do Orkut são velocidade e custo. Como o site é programado para a tela do aparelho telefônico, traz menos imagens e um código com menos informações. Desta forma, o aparelho baixa as páginas mais rapidamente. E, como as operadoras de celular cobram por quantidade de dados baixados, sai mais barato navegar pela nova versão, em comparação ao Orkut original.

Atualmente, 54% dos usuários do Orkut são brasileiros. O país responde por mais de 27 milhões de perfis postados no site. O número de pessoas cadastradas, no entanto, é desconhecido, já que há milhares de perfis falsos e cadastros duplicados.

Fonte G1

Olha o /mérquetim/ aí.

O “namoro” de Natália Guimarães e Leandro, do KLB, divulgado pela assessoria da banda, faz parte de uma estratégia para abafar o envolvimento da miss Brasil com Aécio Neves, governador de Minas Gerais. Natália e Leandro não passam de bons amigos. Segundo amigos do casal, Andrea Falcão, com quem Aécio reatou o casamento, em dezembro do ano passado, teria descoberto que o marido continua se encontrando com Natália. Para preservar a filha Gabriela, de 15 anos, Andrea não comenta o assunto.

Apenas amigos

A assessoria de Aécio esclarece que ele é amigo de Natália e que eles não se encontram há mais de três meses.

Fonte: Folha online

Jeans + Camiseta

Leio na falecida Revista MTV, do ano de 2003, uma matéria sobre o Jeans + Camiseta: A dupla eterna, clássica e infalível. A matéria conta que a dupla surgiu como uniforme da classe operária dos USA. Hoje são peças básicas em qualquer guarda roupa de respeito.

Na matéria, depoimentos de cantores “pop-rocks”:

Reportagem: Jeans e Camiseta pode ser sexy?

Paulo Ricardo: “Linda, jeans e camiseta e este seu sorriso. Não me disse nada e nem foi preciso” – Esra frase está na letra de Vida. Eu me refiro a Raquel, que usava jeans e camiseta quando nos conhecemos.

Pitty: Claro, uma pessoa charmosa precisa de muito pouco para mostrar isso.

E “etc” e tal.