São Thomé das Letras: primeiras impressões

São Thomé das Letras tem o poder incrível da união. Quem é esse santo que opera milagres? Eu confesso: tive medo ao dirigir pela estrada que vai para lá. Na primeira vez, fui à noite. Não deu pra ver a paisagem. Mas tinha bruma, uma pequena ponte no meio da rodovia, árvores e um friozinho gostoso. Ainda no carro falávamos sobre coisas místicas – de forma inacreditável (sobre o poder do pensamento, reencarnações, a cura com os conhecimentos históricos das bruxas). Ao subir a montanha, um portal – todo de pedra. Uma rua ora asfalto, ora pedra. Tudo é pedra, minha primeira energia, minha primeira essência. Quem é que não chega em São Thomé e percebe que está em outro mundo? É essa a impressão que tive. Era por volta da meia noite. Queríamos um restaurante para comer. Não encontramos. Entramos em um barzinho para comer chocolate. Encontramos gente desejando paz e amor.

 

E se há luz, tudo muda. Há uma corrente que insiste em dizer: volta! E foi assim.Da noite sem lua cheia para o sol de 30 graus. A gente voltou. E percebeu que a cidade, ainda no caminho da estrada, tem uma luz própria. Branco com verde – palavra primeira aqui: pedra!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s