Sala de terapia: não se devolve amigo, não se exige amizade (sendo, portanto, não proibido lutar por ela).

Se torna um só – se houver interesse: não se pode namorar sem se transformar em um tanto do outro, quase uns 80%. (A equação do amor explica… e isso é perceptível em pequenas tarefas do cotidiano – quanto menos a pessoa se policia, ah, batata! (…) E aí já vai cantarolando em voz alta a música preferida do amado(a) ao sair do banho; uma pausa sincera e com muita reflexão – ao conhecer de forma tão íntima o outro… representa de forma involuntária os gestos, o modo de pensar e de amar daquele semelhante tão especial).

E é essa coisa da unidade que passa a ser irritante. Opostos, nesse caso, não se atraem. Alguns podem justificar. Mas quando os poréns são colocados na balança, é fácil notar que um está com o outro devido e exclusivamente a suas afinidades ( e elas são fatores decisivos para continuar ou não com as carícias e trocas!). Mais uma observação, de quando o beijo e o abraço são intensos: o mundo e suas dores são esquecidos. Que bom!

Um adendo: até os amigos são colocados para escanteio e sem nenhuma cerimônia. Aí vai uma lista. Aquela ligação que durava horas e horas não existe mais – a conversa longa é dedicada ao parceiro(a). Saudades do antigo fim de semana: sem a preocupação de informar onde está a todo momento. Da possibilidade de fazer uma viagem sem recomendações por parte dos namorados e namoradas… como se não soubesse cuidar, respeitar e observar o limite do próprio amigo(a). Amigos são para pontuar, tosar e fazer recomeçar. A luz no fim do túnel para velhos problemas.

Observe a proporção: quando 4 dos 5 melhores amigos estão namorando… é hora de acender o alerta. Não se deixa de amar a criatura que entrou em sua vida sem cobrar nada, esbanjando carinho e distribuindo compreensão! Aqui, o x da questão, que se traduz pela necessidade de respirar e não se sufocar! É preciso libertá-las do peso que você possa ser. Abra a porta, cuidadosamente… só não se esqueça de mantê-la aberta para quando sentirem saudades (Afinal, amigo é amigo, com ou sem namoradas. O tempo e o espaço são bastante relativos! E pronto e ponto).

Talvez seja hora de colocar sua melhor roupa, estampar um sorriso na face e ir para as ruas conviver. Seguir a dica da poesia. Tempo para reconhecer novos amigos: o ciclo não para.

E nada melhor do que consolidar quem você é. Duplamente melhor quando pode contar com uma pessoa ao seu lado, acima de terceiras e quartas intenções. Aos amigos, conhecidos e desconhecidos, da tríade passado-presente-futuro, um brinde.

One thought on “Sala de terapia: não se devolve amigo, não se exige amizade (sendo, portanto, não proibido lutar por ela).

  1. Liliene Dante 19/05/2014 / 22:56

    Amigos são amigos. Para sempre é o tempo que eles devem permanecer em nossas vidas. Namorados (as) são o que são: namorados (as). Se serão sempre ou não é coisa para frente. Amigo é este tanto de alma que faz a gente largar tudo para algumas horas de pura alegria e muito cansaço – feito o RJ que cansa pra caramba! Mas… é isso também: rir do ciúme dos amigos que a gente tem e ama. Beijo, cheiro, amor, lili

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s