Morre Dercy Gonçalves

Sábado, 19 de Junho de 2008.

“- porra! essa merda não vai me atender não é?”
Dercy, este momento, deve falar isso pra algum anjo torto, lá do céu.

. “Como não tenho doença, tenho medo de ser algo desastroso, como um prédio cair em cima de mim” (Dercy, em entrevista à Folha de São Paulo, falando sobre a morte, para ela)

Acompanhe as discussões na Comunidade do Orkut:

http://www.orkut.com.br/CommMsgs.aspx?cmm=25101658&tid=5224721166036632196&start=1

.
Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL652577-5606,00.html
A atriz Dercy Gonçalves, de 101 anos, morreu às 16h45 deste sábado (19) no Hospital São Lucas, em Copacabana, Zona Sul do Rio. A informação é da assessoria de imprensa do hospital que vai divulgar um boletim.

Dercy Gonçalves era famosa por suas entrevistas irreverentes, pelo seu bom humor e pelo uso constante de palavras de baixo calão. É a maior expoente do teatro de improviso no Brasil.

**De acordo com a Assessoria de Imprensa do Hospital São Lucas, Dercy Gonçalves faleceu vítima de uma forte pneumonia, aos 101 anos.

Sobre o Velório

http://br.noticias.yahoo.com/s/20072008/25/manchetes-velorio-dercy-aberto-publico-na-alerj-ate-18h.html

Dercy no trote do Pânico:

http://www.youtube.com/watch?v=xl8M8R-YD78

Clipping

Dercy, Brasileira do Século!

Fonte: http://www.terra.com.br/istoe/biblioteca/brasileiro/artes_cenicas/cenicas12.htm

Os vira-latas latiam assustados com o vulto que se movia na escuridão na pequinina Santa Maria Madalena, a 237 quilômetros do Rio de Janeiro. Dercy Gonçalves tinha 17 anos e estava escondida embaixo de um vagão do trem, espantando os cães para não ser descoberta. Meia hora antes, havia roubado dois mil réis do bolso da calça do pai. Encheu a cama de travesseiros para ninguém notar sua ausência e saiu em disparada. Ao raiar do dia, quando as portas do vagão de segunda classe abriram e o trem apitou, ela deslizou para dentro agarrada ao sonho de alcançar Macaé (RJ), onde pretendia se juntar a uma companhia de teatro mambembe. “Quem me criou foi o tempo, foi o ar. Ninguém me criou. Aprendi como as galinhas, ciscando, o que não me fazia sofrer eu achava bom”, contou Dercy a ISTOÉ.

Histórico da Atriz: (fonte: Wikipédia)

Dercy Gonçalves, nome artístico de Dolores Gonçalves Costa (Santa Maria Madalena, 23 de junho de 1907Rio de Janeiro, 19 de julho de 2008) foi uma atriz brasileira, oriunda do teatro de revista e notória por suas participações na produção cinematográfica brasileira das décadas de 1950 e 60.

Dercy Gonçalves é famosa por suas entrevistas irreverentes, pelo seu bom humor e pelo uso constante de palavras de baixo calão. É a maior expoente do teatro de improviso no Brasil[1].

Nasceu no interior do estado do Rio de Janeiro, filha de um alfaiate. Sua mãe, chamada Margarida, abandonou o lar, quando descobriu a infidelidade do esposo. A família era muito pobre, e Dercy trabalhava desde muito nova. Foi bilheteira de cinema, além de apresentar-se para hóspedes de hotel em sua cidade.[2]

Dercy estreou em 1929, em Leopoldina, integrando o elenco da Companhia Maria Castro. Fazendo teatro itinerante, fez dupla com Eugênio Pascoal em 1930, com quem se apresentou por cidades do interior de alguns estados, sob o nome de “Os Pascoalinos“. [3]

Já especializando-se na comédia e no improviso, participou do auge do Teatro de revista brasileiro, nos anos 30 e 40, estrelando algumas delas, como “Rei Momo na Guerra“, em 1943, de autoria de Freire Júnior e Assis Valente, na companhia do empresário Walter Pinto.

A partir da década de 60, Dercy inicia espetáculos em solitário. As apresentações, feitas em teatros de todo o país, conquistam um público ainda cheio de moralismos. Nesses espetáculos aos poucos introduziu um monólogo no qual contava fatos autobiográficos de sua vida. Ao largo dessas apresentações, atuou, desde o início na Revista, em diversos filmes do gênero chanchada e comédias nacionais.

Na televisão, chegou a ser a atriz mais bem paga da TV Excelsior em 1963, onde também conheceu o executivo Boni. Depois passou para a TV Rio e já na TV Globo, convenceu Boni a trabalhar na emissora, junto de Walter Clark. De 1966-1969 apresentou na TV Globo um programa de auditório de muito sucesso, Dercy de Verdade (1966-1969), que acabou saindo do ar com o início da Censura no país. No final dos anos 80, quando a censura permitiu maior liberalismo na programação, Dercy passou a integrar corpos de jurados em programas populares, como em alguns apresentados por Sílvio Santos, e até aparições em telenovelas da Rede Globo. No SBT voltou a experimentar um programa próprio que, entretanto, teve curtíssima duração.

Sua carreira foi pautada no individualismo, tendo sofrido, já idosa, um desfalque nas economias por parte de um empresário inescrupuloso – o que a fez retomar a carreira, já octogenária.

Recebeu, em 1985, o Troféu Mambembe, numa categoria criada especificamente para homenageá-la: Melhor Personagem de Teatro.

Em 1991, foi enredo (“Bravíssimo – Dercy Gonçalves, o retrato de um povo”) do desfile da Unidos do Viradouro, na primeira apresentação da escola no Grupo Especial das escolas de samba do Carnaval do Rio de Janeiro. Na ocasião, Dercy causou polêmica ao desfilar, no último carro, com os seios à mostra.

Sua biografia se intitula Dercy de Cabo a Rabo (1994), e foi escrita por Maria Adelaide Amaral.

Em 4 de setembro de 2006, aos 99 anos, recebeu o título de cidadã honorária da cidade de São Paulo, concedido pela câmara de vereadores desta capital[4].

Anúncios

Um comentário sobre “Morre Dercy Gonçalves

  1. Talita Camargos 19/07/2008 / 19:48

    Não acreditei quando o Plantão deu essa notícia, achava q ela era imortal. Até liguei para um amigo, a notícia foi realmente inesperada… O povo deve tah doido no céu ou inferno com essa chegada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s