Belo Horizonte: Hollywood Alternativa

“Mega Sena Acumulada pra hoje” – Na Avenida Afonso Pena, quase em frente a Prefeitura de Belo Horizonte, Nice está lá: vendendo sua Mega Sena por R$2,50 e ganhando a vida. Ela foi aposentada por lé e há 16 anos vende seus bilhetes no mesmo local. Nice é sempre simpática e diz que passa sorte para os clientes que compram em sua mão os bilhetes e apostam na Sena.  

Verônica Fraga, minha companheira de sala, na última quarta-feira, foi gravar um vídeo com Nice. Ajudei ela na produção. O objetivo era pegar os pés de Nice e sua voz. Abordamos-a, explicando a temática do vídeo. Ela, muito modesta, disse: “ah, mas minha voz tá muito rouca hoje” – mas acabou deixando grava-la.

Belo Horizonte, tem hoje personagens importantes e lugares curiosos. Lugar propício para a produção de vídeos. Quando afirmo Hollywood Alternativa, penso que BH tem lugar para todos que se interessam pelo audiovisual e para variados formatos: desde a câmera de vídeo no celular as mais sofisticadas câmeras.

Viaduto Santa Tereza, Praça sete, Edíficio Maletta, Zona Norte, Zona Sul, Praças… Qual é o seu cenário?

Anúncios

A primeira vez nunca esquecemos

Hoje, terminei de editar minha primeira vídeo-reportagem. A primeira, mas não a melhor (certamente!). A vídeo-reportagem aborda os vídeos Nonada, que é um projeto do laboratório de vídeo da PUC Minas sob a coordenação da professora Elisa Quintero. O Nonada 2008 foi desenvolvido por Jéssica, Maria Elisa e Thiago Glommer e contou com o apoio técnico de Francis Campelo e Leandro Preisser e será veiculado nos intervalos da PUC TV.

Enquanto isso, preparo um roteiro para um documentário. Assunto: Maletta!

E se você por acaso, ver um doido com uma câmera no viaduto Santa Tereza na quarta-feira à tarde, não se assuste: sou eu, produzindo um vídeo experimental para a PUC Minas.

O verão em belo Horizonte

Um dia calor, um dia frio, um dia chuvoso, um dia quente chuvoso.

É assim o verão em BH! Haja rémedio para curar as gripes e inseticida para acabar com os pernilongos.

A primeira foto é de uma visão panorâmica de BH às 12:30 em 25/02/08.

Já a segunda, mostra como a Serra da Piedade está totalmente coberta por nuvens.

Clique na imagem para melhor visualização

002.jpg003.jpg

Lista Guiatel 2008: E os mapas?

Chegou aqui em casa a lista Telefônica Guiatel 2008. Como sempre, recheada de anúncios publicitários que brigam para ganhar sua preferência. Mas o que me deixou decepcionado é que as listas não vieram com o famoso mapa de Belo Horizonte. Quem ai já consultou as listas para se localizar melhor em BH ou mesmo para achar o endereço em um bairro e itinerário de um ônibus sabe do que estou falando.

Deve ser porque o google maps virou concorrente da lista Guiatel…

Brain Teaser – The simpsons

The Simpsons live in an ordinary suburban town called Springfield. Father Homer works in a nuclear power plant and he hates his boss. He is grumpy but he loves his family and tries to make them happy. Like Fred Flintstone, Homer is funny and endearing but also a loser.

Marge is an old fashioned and caring mom who works as roller-skating waitress. Her most striking feature is her enormous blue beehive hairdo. She drives a station wagon and makes Jell-o molds for dessert.

Son Bart is the most obnoxious but also the most popular of the Simpsons. He is mean to his sister, disobeys his parents skips classes and is generally a pain in the butt. Children all over America like to imitate Bart’s favorite saying: “I’m Bart Simpson” Who the hell are you?”

Lisa is in second grade and is quite and brilliant – only her parents don’t know it. She is a saxophone virtuoso and although she can be nice to Bart, he calls her a snivelling toad and butt-kisser.

Baby Maggie is the littlest Simpson and contributes little to family life – she just continuously sucks her pacifier and observes the craziness going on around her.

So, do you love Simpsons, don’t you? It’s my favorite program of TV!

A boa matéria está em todo lugar

Já dizia o velho ditado: O lugar do bom repórter é na rua, em contato com o povo. Ultimamente tenho feito um exercício: pensar jornalísticamente quando estiver pelas ruas de Belo Horizonte. A pauta está em todo lugar. Hoje, quando voltava do meu curso de inglês, pensei em muitas. Talvez algumas pautas os grandes veículos de comunicação de Minas não se interessariam. Na avenida Amazonas, perto do colégio Santo Agostinho, minha primeira pauta: “Falta de conscientização dos pedestres ao atravessarem a Av. Amazonas” – sim, atravessar no meio dos carros, não respeitar a faixa de pedestre e o sinal é uma constante por lá (como em quase toda BH). Já perdi a conta de quantos acidentes presenciei na Amazonas.

Outra pauta: Pichações já fazem parte das obras dos viadutos da linha verde – quando você passar na Av. Cristiano Machado com Jacuí, repare!

E para finalizar: “A Belo Horizonte de antigamente”. Viajei hoje nos antigos casarões no centro/bairro de lourdes em BH. Uma matéria abordando novos pontos sobre a BH Antiga seria legal. Hummm, uma matéria sobre a praça sete e sua representatividade para o povo mineiro também seria legal.

Se tivesse um pouquinho mais de tempo, faria as reportagens. Quem sabe mais tarde?

Seleção de comentários: Fidel Castro

William Waack, no seu blog, escreveu um post sobre as últimas de Fidel Castro em Cuba – “Fidel conduziu regime derrotado pela história”… Achei interessante os comentários sobre o post:

 “O mais engraçados, é que vocês, midia de extrema direita, não é capaz de reconher que cuba tem saúde e educação muito melhor do que a maioria dos países desenvolvidos. E não falam que graças ao bloqueio econômico e as jogadas da cia. citados acima, é que fizeram cuba parar no tempo. O cidadão lá tem as necessidades basicas supridas e não pode ir além por causa do bloqueio. Aqui, negô não tem as necessidades basicas supridas e por isso não pode pensar em sonhar mais além. Capachos de norte americanos. O capitalismo “modernão” conseguio transformar nosso país no mais injusto e desigual do mundo, e dizem ainda que socialismo é que é atrazado. Muito lamentavel”

“é a postura do TUCANADO PSDEBISTA brasileiro, tenta a todo custo impedir que o Brasil chegue as mudanças necessárias..
Ditadura amigos, é o que a DIREITA fez conosco em 60!!!
O que existe em Cuba, é a REVOLUÇÃO!! A história tanto “engoliu” essa figura que vocês estão tontos a escrever artigos como esse que tentam a todo custo sujar a imagem desse grande líder, e dos seus feitos que deixando bem claro, todos foram realizados ao lado das massas populares! Pessoas morreram para construir o que Cuba é hoje, e não se enganem… Por que o vento que dobra a américa latina hoje, É SOCIALISTA !!!
Salve Cuba, Salve Fidel ! Salve a Revolução Socialista!”

“De nada adianta porém viver num sistema de governo capitalista que se diz democrático, mas que na verdade não atende as necessidades da grande massa populacional. Reprimir não é a melhor forma, mas fingir ouvir o povo é mascarar um sistema ditatorial”

“Infelizmente o jornalismo brasileiro, em sua grande maioria, é tomado pelo virus do senso comum que deixa as reportagens previsivas e sem isenção teórica. Esta reportagem sobre o fim do governo de Fidel em Cuba retrata perfeitamente essa falta de originalidade”

Fonte e outros comentários: http://colunas.g1.com.br/williamwaack/2008/02/20/fidel-conduziu-regime-derrotado-pela-historia/